domingo, 26 de fevereiro de 2012

e eu vou... e eu fui!!!!!!



Vou imprimir novos rumos
Ao barco agitado que foi minha vida
Fiz minhas velas ao mar
Disse adeus sem chorar
E estou de partida
Todos os anos vividos
São portos perdidos que eu deixo pra trás
Quero viver diferente
Que a sorte da gente
É a gente que faz

Quando a vida nos cansa

E se perde a esperança
O melhor é partir
Ir procurar outros mares
Onde outros olhares nos façam sorrir
Levo no meu coração
Esta triste lição que contigo aprendi
Tu me ensinaste em verdade
Que a felicidade está longe de ti.... ( paulinho da viola)
...




sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

NOTA...

 A vida nos reserva acontecimentos  pelo os quais precisamos tomar algumas atitudes seja de perda ou de ganhos ...

Comigo não foi diferente...

sempre na busca incessante de alçar voos mais altos seja com relação aos estudos ou profissionalmente falando, estarei um pouco mais ausente da internet a parti  de segunda feira ( dia 27)...    
não estou abdicando definivamente! só que o meu tempo ficará muito reduzido  com alguns afazeres, tendo assim um dedicação maior para uma realização plena e significativa...

aproveito e peço mil desculpas   aos leitores do blog...  mas procurarei sempre que puder( e o tempo permitir, rs..) atualizar esse espaço nas horas oportunas...

aos demais,  estarei sempre acompanhando e compartilhando (mesmo que de longeeeee) as novidades do twitter, orkut (in memorian, rsrs) e o facebook....

aproveito e deixo meus contatos em caso de extrema urgência:

81195126
81046292 
99429669

marcelaferreira1984@bol.com.br
marcelaferreira2008@hotmail.com.br
macinhalopes@gmail.com.br

enquanto isso;  aproveito para postar algumas atualizações...

hasta la vista!!!
 






terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

A carne mais barata do mercado é a carne negra



"Que vai de graça pro presídio
E para debaixo de plástico
Que vai de graça pro subemprego
E pros hospitais psiquiátricos
A carne mais barata do mercado é a carne negra (5x)
Que fez e faz história
Segurando esse país no braço
O cabra aqui não se sente revoltado
Porque o revólver já está engatilhado
E o vingador é lento
Mas muito bem intencionado
E esse país
Vai deixando todo mundo preto
E o cabelo esticado" ... 

continua...

mais uma da série: "roendo por você" =)

Acorde!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

consumista de carteirinha ..... rsrsr

20 DICAS DE SUCESSO......



01 Elogie três pessoas por dia
02 Tenha um aperto de mão firme
03 Olhe as pessoas nos olhos
04 Gaste menos do que ganha
05 Saiba perdoar a si e aos outros
06 Trate os outros como gostaria de ser tratado
07 Faça novos amigos
08 saiba guardar segredos
09 Não adie uma alegria
10 Surpreenda aqueles que você ama com presentes inesperados
11 Sorria
12 Aceite sempre uma mão estendida
13 Pague suas contas em dia
14 Não reze pra pedir coisa, reze para agradecer e pedir sabedoria e coragem
15 Dê às pessoas uma segunda chance
16 Não tome uma decisão quando estiver cansado(a) ou nervoso(a)
17 Respeite todas as coisa vivas, especialmente as indefesas
18 Doe o melhor de si no seu trabalho
19 Seja humilde, principalmente nas vitórias
20 Jamais prive uma pessoa de esperança.  PODE SER QUE ELA SÓ TENHA ISSO. 



ATENÇÃO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Deli, Índia. Todos querem, apenas, um pouco de água...

 Dois Sudaneses bebem água dos pântanos, com tubos plásticos, especialmente concebidos para este fim,
com filtro para filtrar as larvas flutuantes, responsáveis pela enfermidade da lombriga da Guiné.

O programa distribuiu milhões de tubos e já conseguiu reduzir em 70% esta enfermidade debilitante.


Os glaciares que abastecem a Europa de água potável perderam mais da metade do seu volume,
no século passado. Na foto, trabalhadores da estação de esqui do glaciar de Pitztal, na Áustria,
cobrem o glaciar com uma manta especial para proteger a neve e retardar o seu derretimento,
durante os meses de Verão...
 
 

 As águas do delta do rio Níger são usadas para defecar, tomar banho, pescar e despejar o lixo.
 
 
 Água suja em torneiras residenciais, devido ao avanço
indiscriminado do desenvolvimento.

 Aldeões na ilha de Coronilla, Quénia, cavam poços profundos em busca
do precioso líquido, a apenas 300 metros do mar. A água é saloba. 

 Aquele que foi o quarto maior lago do mundo,
agora é um cemitério poeirento de embarcações que nunca mais zarparão...
 
 VALORIZE A ÁGUA!
EM ALGUNS LUGARES, ELA
NÃO EXISTE MAIS...
 
(RECEBIDO POR E- MAIL) 

 

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

A SALVAÇÃO AGORA VEM ATRAVÉS DE BOLETO!!!!!!


alguns vão dizer que é polêmica   outros vão dizer que é pra aparecer... 
   
EU DIGO QUE É UMA VERGONHA... UM ABSURDO !!!!

NEM PRECISA DIZER(  NEM CITAR) QUAL É A IGREJA .... 

quem quiser que façam seus julgamentos ( eu já fiz o meu)..

( foto tirada do facebook)


Para os de "Plantão" !!!!!!!!!!!!!!!

Problemas

 

"O meu amor conhece cada gesto seu
Palavras que o seu olhar só diz pro meu
Se pra você a guerra está perdida
Olha que eu mudo os meus sonhos,
Pra ficar na sua vida!"

"Empire State of Mind" Jay-Z | Alicia Keys [OFFICIAL VIDEO]

Em Nova York,
Selva de pedra onde Sonhos são realizados,
Não há nada que você não possa fazer,
Agora você está em Nova York,
Essas ruas vão fazer você se sentir novo em folha,
As luzes vão te inspirar,

# FORASARNEY !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Sexo frágil?

 
Sangrar todo mês, suportar as mudanças de humor, se equilibrar em um salto alto, ter que cuidar de cabelo, pele e unha, ver o cara com outra e dar conta de tudo? 
Frágil seria se eu sentasse no sofá e só assistisse futebol...
 
 

domingo, 19 de fevereiro de 2012

isso faz tempo !!!

nem de mais , nem de menos .. na medida

Sou forte. Meio doce e meio ácida. Em alguns dias acho que sou fraca. E boba. Preciso de um lugar onde enfiar a cara pra esconder as lágrimas. Aí penso que não sou tão forte assim e começo a olhar pra mim. Sou forte sim, mas também choro. Sou gente. Sou humana. Sou manhosa. Sou assim. Quero que as coisas aconteçam já, logo, de uma vez. Quero que meus erros não me impeçam de continuar olhando para a frente. E quero continuar errando, pois jamais serei perfeita (ainda bem!). Tampouco quero ser comum e normal. Quero ser simplesmente eu. Quero rir, sorrir e chorar. Sentir friozinho na barriga, nó no peito, tremedeira nas pernas. Sentir que as coisas funcionam e que tenho que trocar de jeito quando insisto em algo que não dá resultado. Quero aprender e, ainda assim, continuar criança. Ficar no sol e sentir o vento gelado no nariz. Quero sentir cheiro de grama cortada e café passado. Cheiro de chuva, de flor, cheiro de vida. Aprecio as coisas simples e quero continuar descomplicando o que parece complicado. Se der pra resolver, vamos lá! Se não dá, deixa pra lá. A vida não é complicada e nem difícil, tudo depende de como a gente encara e se impõe. Quero ser eu, com minha cara azeda e absurdamente açucarada. Não quero saber tudo e nem ser racional. Quero continuar mantendo o meu cérebro no lugar onde ele se encontra: meu coração. E essa é a melhor parte de mim.
 

Coisas da vida ..

Eu constantemente sinto saudade das coisas que perco, mas não as quero de volta. Já doeu uma vez.

(Caio F. Abreu)
 
 

reclames de um coração..

Você é legal, você é gentil. Mas eu ainda sou um pouco ingênua com meu coração, quando você está próximo, eu não respiro, eu não consigo encontrar palavras para falar .. Eu sinto faíscas, mas eu não quero ficar a fim de você, se você não está procurando amor verdadeiro.
Não, eu não quero começar a te ver, se eu não puder ser a única ..
Quando você liga, não sei se devo atender o telefone toda vez, eu não sou igual a todas as minhas amigas que ficam ligando para os garotos, eu sou tão tímida
Mas eu não quero ficar a fim de você, se você não me tratar do jeito certo.
Veja, eu posso começar a te encontrar, se você puder fazer meu coração se sentir seguro.
 

fato ...

sábado, 18 de fevereiro de 2012

JOSÉ ROMERO ARAÚJO CARDOSO

  Quero deixar meu carinho, minha admiração, gratidão e profundo respeito ao estimado amigo José Romero...  dono de uma capacidade intelectual inquestionável... homem sensível que sempre deixou transparecer seu amor a cidade de Pombal/PB. Profundo e grande estudioso sobre a vida/obra de Josué de Castro ... foi ele o grande responsável por introduzir  a leitura do livro " Geografia da Fome"  na minha vida...    obrigada pela paciência diante das minhas indagações e dúvidas...  reitero meu profundo reconhecimento...  

você vai conseguir !!!!!!



- BIOGRAFIA:

Nasceu no dia 28 de setembro de 1969, na cidade de Pombal, Estado da Paraíba, filho de Maria de Lourdes Araújo Cardoso e Severino Cruz Cardoso. Graduou-se em Licenciatura em Geografia pelo Departamento de Geociências do Centro de Ciências Exatas e da Natureza da Universidade Federal da Paraíba, Campus I, João Pessoa - PB. Cursou Especializações em Geografia e Gestão territorial e em Organização de Arquivos. Submeteu-se no ano de 1998 a concurso público para docente do Departamento de Geografia da Faculdade de Filosofia e Ciências Sociais da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, Campus Central, Mossoró - RN, obtendo primeiro lugar. É professor Adjunto-IV. Concluiu, em julho de 2002, mestrado em desenvolvimento e meio ambiente-PRODEMA-UERN, com dissertação versando sobre a importância da caprinovinocultura em assentamentos rurais de Mossoró-RN. Assessorou a Fundação Vingt-un Rosado/Coleção Mossoroense, por onde lançou os seguintes livros: Nas Veredas da Terra do Sol (1996), Terra, Verde, Chapéu de Couros e Outros Ensaios (1996), Aos Pés de São Sebastião - Novela Sertaneja (1998), Fragmentos de Reflexões - Ensaios Selecionados (1999), A Descendência de Jerônimo Ribeiro Rosado e Francisca Freire de Andrade - A Família de Menandro José da Cruz (2001), A Importância da Caprinovinocultura em Assentamentos Rurais de Mossoró-RN (2002) e Euclides da Cunha e as Secas (2005). É autor de inúmeras plaquetas, a exemplo de Mossoró e a Resistência a Lampião (2002) e de Maria do Ingá a Maringá (2003). É sócio correspondente do Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Norte, membro do Conselho Consultivo da Sociedade Brasileira de Estudos do Cangaço e sócio da Associação Paraibana de Imprensa, além de sócio fundador do Grupo Benigno Ignácio Cardoso D’Arão. Estudioso do semi-árido nordestino e dos movimentos sociais desta região.






--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

  
ROMERO CARDOSO LANÇA LIVRO HISTÓRICO...

"Fazenda da Esperança Santa Rosa: reminiscências de um processo de retorno à vida", esse é o nome do Livro do professor José Romero Araújo Cardoso, lançado nos últimos dias, da cidade de Mossoró para o Brasil. 
O Livro tem apresentação de Marinalva Freire da Silva, prefácio de Archimedes Marques e posfácio de Nelson Barbosa. 
Na abertura do Livro, José Romero fala dos seus sentimentos sobre a Fazenda: "Levado por Deus e conduzido por Benedito Vasconcelos Mendes e seu cunhado Paulo Leite, privando ainda da companhia de Mariza Cavalcante Cruz e José Romero Araújo Cardoso Júnior, cheguei a Fazenda da Esperança Santa Rosa em um dia de domingo, à noite, mais precisamente aos 27 de fevereiro de 2011, permanecendo até o dia 06 de setembro do mesmo ano".

 Aos quarenta e dois anos e em pleno processo de recuperação da dependência química, O professor fala sobre seu envolvimento com as drogas, os problemas enfrentados em decorrência do vício e da decisão de mudar de vida, partindo de uma transformação espiritual.


Entrevista para o Jornal " o mossoroense "



O Mossoroense: O senhor está em um processo de recuperação, enfrentou alguns problemas devido ao envolvimento com drogas. Como tudo começou?
José Romero Araújo Cardoso: Sou muito envolvido com o mando cultural. Sou escritor, tenho muitos livros publicados e milito em diversas instituições culturais no Rio Grande do Norte e na Paraíba, como o Instituto Cultural do Oeste Potiguar (Icop), como a Associação Paraibana de Imprensa. E no meio cultural é muito comum algumas pessoas usarem de forma irresponsável alguns tipos de droga. Então eu comecei a fumar maconha a partir do contato com alguns intelectuais paraibanos. O uso da maconha se estendeu até 2010, quando em razão de um trauma profundo, um problema existencial que ainda estou vivendo, um problema emocional grave que culminou exatamente na minha separação, eu comecei a usar crack, fumando sofregamente na lata. Isso daí me causou danos profundos e quando eu notei que estava morrendo eu pedi ajuda a Deus, que me enviou um colega meu da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern), agora aposentado, chamado Anselmo Rodrigues da Costa. A partir da ajuda de Anselmo, eu tomei a decisão de buscar me recuperar em uma Fazenda da Esperança. A unidade da fazenda que fica em Serra do Mel, que fica perto de Mossoró, seria a ideal, mas eu raciocinei que lá eu encontraria talvez muitas pessoas com quem tive uma comunhão macabra no uso dessa droga terribilíssima. Então decidi me tratar na unidade da Fazenda Santa Rosa, em Garanhuns, no estado de Pernambuco.



OM: As companhias influenciam ou a pessoa só entra no mundo das drogas se quiser?
JR:
É uma decisão de cada um. Só que a curiosidade é algo inerente ao ser humano, em querer experimentar algo que você não conhece. E no meu caso pessoas, escritores conceituados que usavam maconha, era uma espécie de modelo, de exemplo a ser seguido naquele momento. Você está se lançando no meio cultural e se fulano faz porque você não vai fazer. Então a partir disso, vendo muitas pessoas ligadas à cultura se drogar eu acompanhei.


OM: O que o senhor buscava no uso dessas substâncias, qual a sensação que elas proporcionavam?
JR:
A maconha me dava uma sensação de bem-estar, me fazia mergulhar em um mundo desconhecido que era algo inexplicável, uma sensação agradável. Com relação ao crack não tinha mais a questão do prazer, era dependência mesmo porque é uma droga avassaladora. Vi coisas muito graves em decorrência dessa droga, contadas pelos meus irmãos da Fazenda da Esperança, que me fizeram rever todos os meus conceitos e valores, porque eu tenho a convicção de que sou uma pessoa boa e não quero contribuir para a infelicidade de ninguém então o que eu ouvi desses irmãos, mudou radicalmente a minha vida. Ouvi coisas gravíssimas, de pessoas que roubaram e mataram por causa dessa droga para saciar o vício.




OM: Como era o seu relacionamento com a sua família?
JR:
Sempre foi normal, eu nunca causei problemas para ninguém porque o meu temperamento é calmo, não é agressivo, mas eu notava minha mãe, velhinha, sucumbindo em razão de me ver me destruindo com o consumo sôfrego de droga, um consumo adicto mesmo de droga que vinha me debilitando física, moral e psicologicamente. Aonde eu ia chegar eu não sei, mas quando eu vi que o fundo do poço era o meu caminho eu resolvi parar, eu resolvi procurar ajuda. Resolvi seguir o que aquela voz que vinha na minha mente mandando eu me tornar um homem novo. As pregações do pastor Anselmo, que só descansou quando conseguiu me convencer, estão intimamente relacionadas ao agir de Deus em minha vida.

OM: Hoje, em fase de recuperação, tem alguma coisa que o senhor perdeu que não tem como recuperar?
JR:
O passado passou, eu não penso nisso. A minha vida eu entreguei nas mãos de Deus, eu não me preocupo mais com o que eu perdi ou que deixei de ganhar. Isso aí não me interessa. O que me interessa é que a minha meta é me tornar um homem novo e o meu objetivo de vida agora é levar o amor a todos os meus semelhantes. O amor de Deus, que é o único que salva, não tem outro.


OM: O senhor passou um período na Fazenda da Esperança Santa Rosa e pretende usar as experiências que vivenciou para ajudar a salvar outras pessoas. Como pretende fazer isso?
JR:
Deus vai encaminhar tudo bem direitinho, eu não vou me precipitar, tenho certeza de que aparecerão pessoas que comunguem o meu ideal a fim de viabilizar esse pleito. Confio plenamente que Deus agirá no sentido de que isso tudo seja concretizado, porque eu aprendi muito na Fazenda da Esperança, sobretudo no que diz respeito a respeitar o tempo de Deus.


 OM: Qual o conselho que o senhor deixa para as pessoas que têm curiosidade em experimentar esse tipo de substância para saber como é?
JR:
Desistam, não vale a pena, nunca queira saber o que é ser escravo de uma droga poderosa como o crack. Resistam, não queiram saber como é triste a situação de uma pessoa submissa a essa droga violenta. Eu agradeço a Deus pela oportunidade que ele está me dando de me recuperar e eu peço a todos que não queiram saber dessa droga, que causa um mal tremendo, é violenta e que só vai prejudicar em todos os sentidos.

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

desejo ....


"Nossos corpos não conseguem ter paz
Em uma distância
Nossos olhos são dengosos demais
Que não se consolam, clamam fugazes
Olhos que se entregam
Ilegais
Eu só sei que eu quero você
Pertinho de mim
Eu quero você
Dentro de mim
Eu quero você
Em cima de mim
Eu quero você"... 
"Vanessa da matta"

realidade.....

já aconteceu ?

Quantas vezes você digitou algo e apagou por "medo"?
 
 

é necessário !!!!

"Se você acha que educação é cara, experimente a ignorância."

Derek Bok
 
 

"Poder não é pra quem quer, é pra quem pode".

Exageramos? sim as vezes! Somos emotivas, sensíveis e sentimentais.

Somos inexplicavelmente mutáveis. Nos adaptamos as mais diversas situações, somos apaixonadas pela vida, transbordamos amor, paixão, carinho, e não apenas por vocês HOMENS, mas sim por amor a VIDA.
Sofremos com mais facilidade na maioria das vezes, mas da mesma forma que temos mais facilidade em sofrer, temos mais facilidade ainda
em superar.
 
Porque de repente lembramos do poder de mudar, do poder que temos quando decidimos nos colocar em primeiro lugar, no poder de tomar as rédias de sua vida e seguir seus caminhos, buscar coisas novas, redescobrir que a nossa felicidade maior começa quando temos certeza que, sem o amor próprio não somos nada.
 
Não duvide jamais do poder que existe dentro de você.


quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Não mando indiretas. Apenas falo algumas realidades discretamente na cara da pessoa sem a mínima intenção de que ela perceba.
by: marcela

domingo, 12 de fevereiro de 2012

vastos pensamentos...

Queria ser compositor e falar de amor com sabedoria
com lindas palavras,com poesias
traduzindo o que sente o coração
fazer do amor tema de canção
e através dela viver com plenitude
a essência desse sentimento
sentir por um momento que ao seu lado sou feliz
buscar tua presença em pensamentos
fazer das lembranças lindos momentos
e num presente imaginario vivê-lo intensamente...


(SOARES, A. 2012)
A maioria dos que criticam os meus erros e opções, não reparam nos deles.


DEVANEIOS POÉTICOS ....



Viver sem você é como não existir...
é sofrer,é sentir a dor da deslisão
é ter no peito um coração despedaçado
e sofrido sem razão pra viver
a todo tempo querendo dizer
como é grande meu amor
tentando disfarçar a dor que tua falta faz
tentando encontrar a paz que me foi tirada
por esse sentimento
vivendo a cada momento alimentando a esperança
de um dia ser feliz a seu lado....  

(SOARES, A. 2012)

I love geography...

A verdade da Exceção!!!!

Temos que admitir... é desse jeito !!!!!!

Até que fim...

 

 Importante decisão do STF para resguardar a integridade física das mulheres!

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Meu grande amor é você...

Numa vida de desiluções guardo ainda dentro de meu peito um sentimento puro por voçê, por muito tempo me senti enganada, traída, mas hoje vejo que tudo não passou de uma fantasia criada por mim mesma.


Seria mesmo fantasia ou amor? Me faço essa pergunta todos os dias e procuro entender como posso amar tanto assim alguém que nunca esteve comigo, alguém que não faz parte do meu dia a dia, do meu convívio, quando penso dessa forma chego a uma conclusão: não existiria outro sentimento que pudesse explicar a tudo isso senão o amor.


Amor não se explica com palavras mas sim é sentido pelo coração.

(SOARES, A.  2012)

o que é bom tem q ser divulgado ...

Que nunca sentiu saudade
nunca provou um amor verdadeiro
nunca sentiu a forte presença
de quem está distante
não carrega nas lembranças
a falta de um amor vivido...
(Soares, A. 2012), 
 
 

só ao Frevo Pernanbucano..... ( amo de paixão!!!)



 Em passos leves as pernas flutuam
Com um significado maior que a vontade
Um ritmo que não tem outro igual
Que saí na avenida, que deixa saudade

Vindo da Terra dos Altos Coqueiros
Salve o frevo que ferve nas veias
Salve o frevo que é de verdade.
 
(João Diniz)
 

Arlequim Rock'n'Roll Band

Adoro essa letra/música...  :)

Obs: qualquer semelhança é mera coincidência ...




Fantoches 
(Paccelli Gurgel)

O circo já armou o picadeiro
No meio de um terreno baldio
Perdido num país tropical
No oriente da América do Sul


O povo já arrumou um trocado
Pra assistir um tanto quanto apático
Um espetáculo bizarro
O retrato mal revelado de sua vida comum


Sorria, gargalhe
Pois ali na lona verde-e-amarela o palhaço sou eu
Ali na lona verde-e-amarela o palhaço é você


Respeitável público
Trouxeram seus títulos eleitorais?
Somos a solução inequívoca para seus problemas
Temos aqui a tinta perfeita para seu rosto, afinal...


Ali na lona verde-e-amarela o palhaço é você
Ali na lona verde-e-amarela o babaca é você


Mas não se preocupe se amanhã não pintar o que comer
Eu largo meu iate pra ver o que é que posso fazer
Vou criar uma ONG
Vou abrir uma igreja
Tenho aqui a crença certa e certeira
Espere pra ver


Ali na lona verde-e-amarela  o bobão é você
Ali na lona verde-e-amarela  o palhaço é você


Ali na lona verde-e-amarela o bobão é você
Ali na lona verde-e-amarela o palhaço é você...

    Acessem :     http://www.diegonod.blogspot.com/

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

E não teve outro jeito .... foi preciso ....

Hoje eu vou mudar
Vasculhar minhas gavetas
Jogar fora sentimentos
E ressentimentos tolos.
















Fazer limpeza no armário
Retirar traças e teias
E angústias da minha mente
Parar de sofrer
Por coisas tão pequeninas
Deixar de ser menina
Pra ser mulher!














Hoje eu vou mudar
Por na balança a coragem
Me entregar no que acredito
Pra ser o que sou sem medo.
 
 
 
 
 
 
 
 
Dançar e cantar por hábito
E não ter cantos escuros
Pra guardar os meus segredos
Parar de dizer:
"Não tenho tempo pra vida
Que grita dentro de mim
Me libertar!"




Hoje eu vou mudar Sair de dentro de mim E não usar somente o coração Parar de cobrar os fracassos Soltar os laços E prender as amarras da razão!
Voar livre
Com todos os meus defeitos Pra que eu possa libertar Os meus direitos E não cobrar dessa vida Nem rumos e nem decisões! Hoje eu preciso e vou mudar Dividir no tempo E somar no vento Todas as coisas Que um dia sonhei conquistar, Porque sou mulher Como qualquer umaCom dúvidas e soluções Com erros e acertos Amor e desamor. Suave como a gaivota E ferina como a leoa Tranqüila e pacificadora Mas ao mesmo tempo Irreverente e revolucionária! Feliz e infeliz Realista e sonhadora Submissa por condição Mas independente por opinião, Porque sou mulher Com todas as incoerências Que fazem de nós..

Um forte sexo fraco!